Leitura da Bolsa 15.03.2019

Leitura da Bolsa 15.03.2019

Marinho garante que projeto da Previdência dos militares estará no Congresso no dia 20

 

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, reiterou nesta sexta-feira que a proposta de reforma previdenciária dos militares será entregue ao Congresso em 20 de março, conforme a promessa original do governo.
Segundo Marinho, a proposta de reforma da Previdência das Forças Armadas, que ainda não foi finalizada, deve incluir um aumento no tempo de serviço e da contribuição dos militares.
Sobre eventuais concessões para militares na reforma, Marinho afirmou: “Se houver entidade que tenha algum benefício especial será preciso mostrar quanto isso vai custar e que isso vai significar menos investimentos em casas populares e na saúde“.
A proposta geral de reforma da Previdência do governo do presidente Jair Bolsonaro já foi enviada ao Congresso, mas líderes parlamentares têm dito que o texto só vai avançar na Casa após o envio pelo governo de proposta com alterações na aposentadoria dos militares.

 

China e EUA fazem novos avanços em negociações comerciais, diz Xinhua

O vice-primeiro-ministro chinês, Liu he, conversou por telefone com o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, e com o representante comercial norte-americano, Robert Lighthizer, e os dois lados fizeram progressos significativos nas negociações comerciais, informou a agência de notícias Xinhua nesta sexta-feira.
A agência informou que a ligação ocorreu na quinta-feira e não deu outros detalhes.

 

As ações do Facebook caem 2% seguindo notícias de que importantes executivos estão de saída

Dois altos executivos estão deixando o Facebook, poucos dias depois da gigante de mídia social anunciar que planeja se concentrar no futuro em mensagens criptografadas.
O abalo da liderança ocorre quando enfrenta investigações do governo sobre como lidou com dados de usuários.
Chris Cox, diretor de produtos da empresa, que está na empresa desde 2005, disse na segunda-feira que estava saindo.
Cox teria supervisionado o plano de Mark Zuckerberg de fundir o Facebook, WhatsApp e Instagram enquanto a empresa se concentra em manter seus serviços melhor criptografados.
“Como o Mark delineou, estamos virando uma nova página em nossa direção de produto, focada em uma rede de mensagens criptografada e interoperável … Este será um grande projeto e precisaremos de líderes entusiasmados para alcançar essa nova direção ”, disse Cox em um post no Facebook.
Enquanto isso, o vice-presidente do WhatsApp, Chris Daniels, também está deixando a empresa e será substituído por Will Cathcart.

As ações do Facebook (NASDAQ:FB) caíam cerca de 2% no pregão de pré-mercado na sexta-feira.

 

Mercados esperam dados de percepção dos consumidores nos EUA para se animar

Na agenda econômica dessa sexta-feira, os mercados se concentrarão na leitura preliminar de percepção do consumidor da Universidade de Michigan às 11h00.
Os economistas esperam que o índice aumente para 95,3, recuperando-se ainda mais do que era o seu nível mais baixo desde outubro de 2016, no início do ano, quando os consumidores estavam preocupados com o impacto da paralisação do governo.
Também no calendário econômico desta sexta-feira, os investidores assistirão a leituras sobre o estado da produção na área de Nova York, a produção industrial em todo o país e as vagas de emprego e pesquisa de rotatividade de mão-de-obra, conhecida como JOLTs.

Fonte:
investing.com